Chorinho Carioca | Cidade do Rio

Cidade do Rio - De braços abertos como o Rio de Janeiro

Chorinho Carioca

Publicado por cidadedorio em 07/08/13 | Rio

choro forte de copacabana

É inegável que duas grandes paixões do carioca são samba e futebol mas correndo por fora, no coração de muitos boêmios está o chorinho. O choro é parte da alma carioca, uma celebração do estilo de vida informal e despretensioso que une as raízes das ruas e do morro. O estilo musical nasceu nas ruas do Rio de Janeiro no século XIX e faz parte do DNA da cidade: quando a flauta e o cavaquinho começam a tocar é possível viajar no tempo e se sentir nas vielas do Rio Antigo. Suas rodas têm público fiel em cada bairro e encantam os curiosos que resolvem observar.

Chorinho bom é chorinho ao ar livre, aquele que junta os amigos pra beber uma cervejinha gelada enquanto se curte uma tarde tranquila. Pensando nisso, listamos aqui as melhores rodas para se apreciar o chorinho carioca:

General Glicério Chorinho
Feira da Praça General Glicério

Aos sábados, quando a hora da xepa se aproxima na feira da General Glicério vão chegando os instrumentistas e aos poucos, o público se junta ao redor. Entre pasteis e cerveja, os moradores do bairro ouvem clássicos do choro e do samba tocados pelo grupo Choro na Feira. O tradicional chorinho começa às 11h30 e dura por toda

Parque das Ruínas

Parque das Ruínas

O projeto “Choro no Parque” acontece aos domingos a partir do meio-dia, no Parque das Ruínas. Artistas e convidados se reúnem ao lado do Café das Ruínas onde tocam chorinho por toda a tarde embalando a vista deslumbrante que Santa Teresa proporciona do restante da cidade.

São Salvador
Praça São Salvador

O grupo “Arruma o Coreto” é responsável pela roda de choro da Praça mais boêmia da cidade. Os 30 integrantes que compõe o grupo começaram a roda com o intuito de fazer um ensaio despretensioso, mas o sucesso foi tanto que viraram referência no bairro. O chorinho acontece aos domingos à tarde e é bastante democrático: recebe público de todas as idades, inclusive famílias.

Forte de Copacabana

Além da vista panorâmica da praia de Copacabana, quem visita o forte aos domingos também desfruta de música de qualidade. A roda de choro acontece na rua, logo após a guarita, o barulho das ondas do mar dão ainda mais charme ao chorinho que começa às 18h e acompanha o pôr-do-sol.

Post por: Posto Zero

Fotos enviadas por Posto Zero

São Salvador