Das redes sociais as ruas, brasileiro exige seus direitos | Cidade do Rio

Cidade do Rio - De braços abertos como o Rio de Janeiro

Das redes sociais às ruas

Publicado por cidadedorio em 09/07/13 | Rio

IMG_1202

Jovens se organizaram nas redes sociais e foram as ruas

Por André Delacerda e Diogo Fagundes,

Começou com o título de revolta de jovens da classe média reclamando dos 0,20 centavos cobrados a mais nas passagens, atos que culminou com a redução do preço após ampla pressão popular nas principais cidades do Brasil. Os protestos se espalharam, tiveram situações pacificas e também tensas impulsionadas por alguns grupos e a polícia. Descontrole de ambas as partes.

Porém, o que parecia ser um protesto da classe média brasileira se mostrou maior, as comunidades também foram as ruas reclamar por melhores condições, saneamento e obras que não foram terminadas. Depois se engajaram outras categorias, como os caminhoneiros e agora os médicos, contra a importação de médicos de Cuba.

IMG_1719

População Protestando pacificamente na Av. Pres. Vargas

O que as ruas nos ensinaram?

Que a população pode pressionar políticos e governantes a cumprirem melhor as funções para as quais foram eleitos. Foi só a população pressionar e matérias polêmicas que inclusive amordaçavam instrumentos de investigação foram rejeitadas. O Governo Federal ficou atordoado sem saber o que estava havendo no país e sem ter uma resposta concreta. Anúncios foram feitos para acalmar a população.

IMG_2042

O medo da repressão nas ruas

Os resultados? Saberemos com o tempo. As manifestações continuam em menor escala segundo fontes da mídia e ebulição segundo seus organizadores e populares.

O que ocorreu no Brasil?

Essa é mais uma pergunta que talvez tenha uma resposta simples mas de longo curso. Poderíamos dizer basicamente que o eco das redes sociais tomou as ruas, contagiou e indignou os usuário (população), recebeu a solidariedade de pessoas do mundo todo.

IMG_1960

Soldados do Choque posicionados na Manifestação que ocorreu no Centro do Rio

O Brasileiro acordou, tomou consciência e coragem para reclamar de seus empregados (os políticos).

O que esperar da população?

do video10

Sem comentários, a foto fala por si só

Que continue acordada exigindo seus direitos, cobrando melhorias reais para o país. Que hajam manifestações mas de forma pacifica e sem o descontrole da autoridade policial, a qual presenciamos agindo de forma extrema.

Sobre as manifestações: estão sendo convocadas várias. Tem a dos cientistas exigindo melhores condições. A dos médicos contra a importação de médicos Cubanos. E até manifestações marcadas a longo prazo, como do dia 7 de setembro.

E o que esperar dos políticos e autoridades?

Trabalho, zelo pelo patrimônio público, maior compromisso com a população e com o Brasil.

Assistam três momentos gravados por nossa equipe nas ruas do Rio de Janeiro.