Inflação a Carioca | Cidade do Rio

Cidade do Rio - De braços abertos como o Rio de Janeiro

Inflação a Carioca

Publicado por cidadedorio em 02/01/14 | Rio

IMG_5409

Mirante do Leblon

Por André Delacerda e Diogo Fagundes,

Aquela sensação de que tudo está ficando muito mais caro está tomando conta dos produtos e serviços no Rio.

O açaí pulou de R$ 4,00 para R$ 10,00, prato executivo de R$ 14,00 para R$ 20,00, salgado de R$ 2,50 para R$ 5,00, e um simples suco de R$ 4,00 para R$ 8,00, isso numa das lanchonetes mais baratas.

Nos bairros mais turísticos os preços estão mais exorbitantes. Ir a um restaurante ou lanchonete pelo mesmo valor de seis meses atrás é quase que impossível. E o aumento não acompanhou os índices de inflação, foi muito maior, já que foi puxado pelos eventos que a cidade tem recebido e vai receber.

De repente todo mundo resolveu cobrar mais por conta da quantidade de turistas que a cidade recebe nestes eventos. Mas esqueceram que o maior fluxo de compras ainda é sustentado pelo carioca, que acaba pagando mais pela ganância dos lucros.

Mesmo com o crescimento do turismo, que impulsiona o emprego e a renda, se continuarmos aumentando preços nos tornaremos uma cidade cada vez mais cara. E aí sim acabaremos perdendo o que plantamos com os grandes eventos, que é a divulgação da cidade e a atração de mais e mais turistas.

Uma cidade cara afugenta os turistas. Estes deixam de vir, retornar e até indicar para amigos e familiares.

Hoje temos uma cidade em que o aumento de preços se generalizou ocorrendo nos serviços, alimentação e no setor imobiliário. O que é algo preocupante pois os salários não tem um ganho real tão rápido quanto o aumento que vem ocorrendo.

Outra coisa que tem ocorrido quanto o aumento de preços é que as pessoas vão pagando e achando normal, as coisas vão perdendo a noção de valor real, e o dragão da inflação vai chegando de fininho para dar aquela abocanhada no poder de compra do carioca e do brasileiro.