JMJ 2013: Santuário da Penha | Cidade do Rio

Cidade do Rio - De braços abertos como o Rio de Janeiro

JMJ 2013: O Santuário da Penha

Publicado por cidadedorio em 01/04/13 | Rio

225097_612624375421670_2097987603_n

Faltando pouco mais de 100 dias para a Jornada Mundial da Juventude – JMJ 2013, que deve atrair mais de dois milhões de peregrinos a Cidade do Rio de Janeiro. Há muita expectativa.

Os cariocas estão de braços abertos para receber os jovens, religiosos e pessoas do mundo todo que aqui virão para ter instante de fé e esperança.

O evento da igreja Católica, também trará a cidade autoridades religiosas de todos mundo, bem como, do Papa Francisco.

Os peregrinos e turistas certamente irão querer conhecer não só as atrações turísticas tradicionais do Rio de Janeiro, mas também, os principais locais religiosos da cidade, como é o caso do Santuário da Penha.

A história do santuário remete ao ano de 1635:

“quando o Capitão Baltazar de Abreu Cardoso ia subindo o Penhasco (grande pedra) para ver as suas plantações, uma vez que era proprietário de toda a área no entorno do atual Santuário. De repente foi atacado por uma enorme serpente. Baltazar, que era devoto de Nossa Senhora, quando se viu só e incapaz de se defender, pediu socorro a Nossa Senhora gritando: “Minha Nossa Senhora, valei-me!”. Nesse preciso momento surgiu um lagarto inimigo das serpentes, e travou-se uma luta mortífera entre os dois animais. Baltazar por sua vez, não perdeu tempo e fugiu.

Já a história das escadarias, composta por 382 degraus, advém da devoção de um casal:

No ano de 1817 subia a pedra um piedoso casal quando a esposa, Sra. Maria Barbosa, comentou com o marido que pediria à Nossa Senhora da Penha para interceder por eles para que Deus lhes concedesse um filho, já que estavam casados há alguns anos e não tinham filhos. A Sra. Maria Barbosa confiou, pediu e prometeu que se tivesse um filho mandaria esculpir no duro granito do penhasco uma escadaria para facilitar o acesso dos devotos de Nossa Senhora da Penha ao Santuário. No ano seguinte o casal era presenteado com um lindo filho e no ano de 1819 a escadaria estava pronta. São 382 degraus talhados na própria pedra, mais ainda do que o número de dias do ano.”

Veja como chegar ao Santuário da Penha:

Metrô via integração com trem:

1. Ao acessar o metrô, adquira um bilhete de integração com trem.

2. Desça na estação de metrô Triagem.

3. Siga até a estação de trem de Triagem.

4. Embarque em um trem do ramal Saracuruna/Gramacho.

5. Desça na estação da Penha e pegue a saída em direção da Rua dos Romeiros.

6. Siga a Rua dos Romeiros até o final, saindo no Largo da Penha. Placas indicarão o acesso ao Santuário.

Metrô combinado com ônibus:

1. Uma vez no metrô, desça na estação Del Castilho.

2. Saindo pelo lado esquerdo da estação desça a passarela e embarque no micro-ônibus linha 623 (Penha-Shopping Nova América). O ponto final desta linha fica ao lado do Shopping Nova América.

3. Desça em frente à Rua dos Romeiros, siga esta esta rua até chegar ao Largo da Penha. Placas indicarão o acesso ao Santuário.

Por trem:

Para quem reside em bairros do Rio de Janeiro servidos pela via férrea pode chegar ao Santuário da Penha de trem.

1. Viajando de trem, embarque no ramal Saracuruna/Gramacho. Desça na estação da Penha e pegue a saída em direção da Rua dos Romeiros.

2. Siga a Rua dos Romeiros até o final, saindo no Largo da Penha. Placas indicarão o acesso ao Santuário.

Foto: Amanda Barbosa