Na Escócia o Monstro do Lago Ness, no Rio as Capivaras da Lagoa | Cidade do Rio

Cidade do Rio - De braços abertos como o Rio de Janeiro

Na Escócia o Monstro do Lago Ness, no Rio as Capivaras da Lagoa

Publicado por cidadedorio em 02/10/13 | Rio

IMG_6053

Capivaras se alimentando na Lagoa à noite

Por André Delacerda e Diogo Fagundes,

O Rio de Janeiro é umas das poucas metrópoles do sudeste do país que convivem lado a lado com uma floresta. As florestas urbanas, muito comuns na região norte do Brasil e em outros países tropicais recortam grandes trechos da Cidade Maravilhosa. É certo que a cidade invadiu esse ecossistema.

A população e animais silvestres convivem lado a lado. No Jardim Botânico os macacos com suas travessuras invadem as casas a procura de comida. No Recreio, há um canal repletos de jacarés, estes, vez ou outra avançam sobre a pista que passa ao lado fazendo com que motoristas parem.

Certamente, você deve conhecer alguma história de bichos no seu bairro convivendo lado a lado com a população. Um dos mais famosos casos ocorre na Lagoa Rodrigo de Freitas, é quase que lendário, mas é real. As famosas Capivaras que já deram uma escapada de seu habitat e foram até parar no Arpoador, tem a Lagoa como seu habitat e convivem tranquilamente com os frequentadores do local.

IMG_6060

Animais sendo observados por frequentadores da ciclovia

Elas passam épocas sumidas, mas, podem ser vistas com maior frequência comendo capim nas margem do Parque do Cantagalo, de frente aos quiosques, fazendo a diversão de crianças que ficam encantadas com os bichos, e fotógrafos amadores que não param de clicar os animais. Dizem que as capivaras adoram correr atrás dos cachorros que encontram, mas isso, é mais um folclore que envolve esses charmosos animais.

Enquanto na Escócia há o lendário Monstro do Lagoa Ness, no Rio temos as famosas e charmosas Capivaras da Lagoa.

IMG_6074

Adormecida entre os arbustos na Lagoa