Insegurança nos Parques Florestais e trilhas no Rio de Janeiro | Cidade do Rio

Cidade do Rio - De braços abertos como o Rio de Janeiro

Insegurança nos Parques Florestais e trilhas no Rio de Janeiro

Publicado por cidadedorio em 05/05/15 | Aventura

9646119394_e461edd81e_o

Por André Delacerda e Diogo Fagundes,

Todos sabem que gostamos de fazer trilhas, frequentar os parques florestais do Rio de Janeiro. Ano passado fizemos uma webserie chamada Trilhas no Rio que apresenta as principais trilhas da cidade.

Mas as notícias que lemos na imprensa e o relato de amigos praticantes de trilhas e também de esportes como mountain bike dão conta da insegurança que ronda esses espaços verdes de lazer da nossa cidade. Tornando o hábito de fazer trilhas, algo que era tranquilo e vinha ganhando um grande número de praticantes, uma atividade insegura em certas trilhas no Rio de Janeiro

9642842213_a20ce2e2a7_o

No último final de semana uma série de assaltos aterrorizou praticantes de mountain bike no Parque Nacional da Tijuca, cerca de de sete pessoas foram assaltadas, tendo suas bikes, muitas de treinos para competições levadas por assaltados, que segundo as vítimas estavam drogados e os ameaçavam de morte.

Quem já não ouviu sobre os assaltos no Bico do Papagaio, um dos pontos mais bonitos do Parque Nacional da Tijuca, ou na Trilha da Pedra da Gávea. O que temos ouvido e visto é que a insegurança das ruas tem avançado com força para áreas que antes eram tranquilas para o lazer e pratica de esportes. O parque antes, envolvidos em raras notícias de assaltos passaram a ser um dos lugares prediletos de assaltantes, principalmente pela escassez de policiamento.

9642904067_4ecaac0185_o

Nós que gostamos de fazer fotos e imagens nos parques, temos evitado. Certo do a noite fomos fazer imagens no Mirante Dona Marta, que é caminho para a estrada que dá acesso ao Cristo Redentor, mas infelizmente tivemos que ficar pouco tempo ali, pela falta de policiamento, e mesmo com uma rápida aparição de policiais fomos aconselhados a sair do local pela insegurança que rondava ali.

O que falta é um trabalho conjunto entre as policias florestais, militares e federal, já que o parque nacional, por ser uma unidade de conservação federal é de responsabilidade da Polícia Federal.

GOPR0757-2-1024x576

Uma sugestão, seria utilizar os homens do Exército, que tem uma vasta experiência entra transitar em ambientes como floresta, para ajudar na segurança destas áreas de conservação.

Esperamos que as autoridades competentes tomem uma providência e nós todos, visitantes e amantes da natureza e trilhas, possamos transitar pelos parques florestais da cidade do Rio de Janeiro com segurança.

GOPR1055-2-1024x576