Dicas culturais para o feriadão no Rio de Janeiro | Cidade do Rio

Cidade do Rio - De braços abertos como o Rio de Janeiro

Dicas culturais para o feriadão no Rio de Janeiro

Publicado por blogcidadedorio em 28/04/12 | Rio, Site

Nas dicas culturais deste feriadão no Rio de Janeiro, vamos de exposição, teatro, e uma apresentação para celebrar o mestre Pixinguinha!

Nossa primeira dica vem do MAM, localizado no bonito Aterro do Flamengo. Este, inaugurou a exposição “Mostra Carioca”, com 47 obras pertencentes ao acervo do museu. Com curadoria de Luiz Camillo Osorio, serão apresentados trabalhos dos artistas Abraham Palatnik, Alair Gomes, Antonio Manuel, Brigida Baltar, Cabelo, Djanira, Hélio Oiticica, Ione Saldanha, Ivan Serpa, Lygia Clark, Marcos Chaves, Oswaldo Goeldi, Paula Trope, Raul Mourão e Raymundo Colares. Em comum, o fato de pertencerem à coleção do MAM Rio e também de serem artistas que vivem ou viveram no Rio de Janeiro. A exposição terá obras em diferentes técnicas e suportes, como esculturas, instalações, pinturas, desenhos, fotografias e xilogravuras. Farão parte da mostra obras emblemáticas, como “Metaesquemas” e “Parangolés”, de Hélio Oiticica, e uma série de trabalhos de Lygia Clark, feitos em tinta automotiva sobre madeira, de 1959/1986, que foram doadas pela artista ao museu. Também estarão na exposição um desenho e duas pinturas em óleo sobre tela de Djanira, de 1944 e 1961, e duas xilogravuras de Oswaldo Goeldi. 

E tem mais programação no MAM! No dia 28, será inaugurada “Begin Anywhere: Um século de John Cage”, exposição comemorativa do centenário de nascimento de John Cage (1912-1992), um dos expoentes das vanguardas artísticas do século XX. Com curadoria de Luiz Camillo Osorio e Vera Terra, a mostra terá partituras gráficas de John Cage em diálogo com nove obras do acervo do Museu. No dia 12 de maio, às 17h, será realizada uma performance com obras do compositor, com a curadora Vera Terra e convidados. “Sua arte experimental marcou o século em que viveu. Cage promoveu a interpenetração entre categorias, dissolveu hierarquias. Trouxe o Zen para a arte do ocidente, antecipou o DJ com suas obras para rádio, aproximou as diferentes linguagens artísticas. Foi e continua sendo vanguarda”, afirmam os curadores Luiz Camillo Osorio e Vera Terra. Em diálogo com as partituras de John Cage, estarão nove obras pertencentes ao acervo do MAM Rio, dos artistas Josef Albers (Bottrop, Alemanha, 1888 – New Haven, EUA, 1976); Joseph Beuys (Kleve, 1921 – Dusseldorf, Alemanha, 1986); Jackson Pollock (Cody/Wyoming, 1912 – Nova York, EUA, 1956); Robert Rauschenberg (Port Arthur/Texas, EUA, 1925); Mira Schendel (Zurique, Suíça, 1919 – São Paulo SP, Brasil, 1988); Guilherme Vaz (Brasil); Paulo Vivacqua (Vitória ES, Brasil, 1971) e Wolf Vostell (Leverkusen, 1932 – Berlim, Alemanha, 1998).

Agora vamos de teatro.

A Cia. OMONDÉ apresenta de 27 a 29 de abril o espetáculo “As Conchambranças de Quaderna”, de Ariano Suassuna, dirigido por Inez Viana, no Galpão Gamboa. A peça faz parte da programação do Rota Gamboa, nova programação artística do espaço cultural, que acontecerá até julho. Em apenas dois anos de existência, a Cia. OMONDÉ vem alcançando posição de destaque no teatro brasileiro graças a uma longa lista de prêmios e indicações recebidos pelos seus principais espetáculos. A OMONDÉ nasceu da bem sucedida montagem de As conchambranças de Quaderna, de Ariano Suassuna, que recebeu os prêmios Contigo por Melhor Comédia (no júri oficial e no popular), Shell por Melhor Direção Musical (Marcelo Alonso Neves) e APTR de Melhor Atriz (Dani Barros), além de múltiplas indicações a estes e outros prêmios.

Serviço:
Dias 27 e 28 de abril às 21h e 29 de abril às 20h
Local: Galpão Gamboa
Endereço: Rua da Gamboa, 279 – Centro – RJ
Telefone: (21) 2516-5929
Ingressos: R$10 (inteira) / R$5 (meia) para estudantes, idosos e moradores dos bairros da Zona Portuária apresentando comprovante de residência.
Vendas de Ingressos:
- No Galpão: Terça a quinta: de 14h as 19h (Nos dias de espetáculo a bilheteria funciona das 14h até a abertura da sala ou até esgotarem os ingressos)
- Na Pequena Central (Rua Conde de Irajá, n° – Botafogo): Terça a Quinta: de 10h as 16h
Capacidade do teatro: 80 lugares
Classificação etária: 12 anos
Duração: 80 minutos

Para quem curte teatro na linguagem clown e improviso, a boa é a apresentação do ator, dramaturgo, diretor – e palhaço – Márcio Ballas, especializado em linguagem Clown e improvisação teatral, é o próximo ator convidado de Z. É. (Zenas Emprovisadas), que está em sua 21ª temporada, no Oi Casa Grande. A apresentação será no dia 01 (terça), às 21h. O diretor convidado da noite será Gui Tomé. Mais de 130 mil pessoas já assistiram à maratona de improvisação dos atores Fernando Caruso, Gregório Duvivier, Marcelo Adnet e Rafael Queiroga. A estréia de Z.É (Zenas Emprovisadas) aconteceu em 2003, em um pequeno espaço no Rio de Janeiro e tornou-se sucesso de bilheteria, com sessões lotadas até hoje.

Serviço:
Z.É. (Zenas Emprovisadas)
Dia 01 de maio
Horários: 21h
Local: Oi Casa Grande
Endereço: Rua Afrânio de Melo Franco, 290, Leblon
Ingressos: Platéia: Fila A a L – R$ 60,00 // M a T – R$ 50,00;
Camarote: R$ R$ 60,00;
Balcão: R$ 30,00.
Capacidade do teatro: 926 lugares
Duração: 60 minutos

E quem não gosta de ouvir um chorinho, dos acordes trabalhados e quem não se lembra da música mais cantada pelos brasileiros, “Carinhoso” criada pelo querido mestre Pixinguinha. Então vamos celebrá-lo.

Para celebrar o Dia Nacional do Choro e o aniversário de 115 anos de Pixinguinha (23 de abril), um quinteto de peso, formado por Ronaldo do Bandolim, Rogério Souza (violão 7 cordas), Mário Seve (flauta), Marcio Hulk (cavaquinho) e Celsinho Silva (pandeiro), fará uma grande homenagem ao mestre, autor de grandes clássicos do nosso cancioneiro, como “Carinhoso” e “Rosa”. Este grande encontro será neste sábado, 28, às 15h, na Arlequim, no Paço Imperial.

Serviço:
Música na Arlequim – Tributo a Pixinguinha com Ronaldo do Bandolim e Rogério Souza. – Sábado, 28/04, às 15hs
Endereço: Praça XV de Novembro, 48, Loja 1 – Centro – Rio de Janeiro – RJ
Telefone.: (21) 2524-7242 (reserva)
Ingressos: R$20,00 (couvert artístico)