Rio Antigo: Exposição Nacional de 1908 na Urca | Cidade do Rio

Cidade do Rio - De braços abertos como o Rio de Janeiro

Rio Antigo: Exposição Nacional de 1908 na Urca

Publicado por cidadedorio em 22/04/15 | Rio

Por André Delacerda e Diogo Fagundes,

avenidaestados

Avenida dos Estados com os Pavilhões

Poucos cariocas conhecem esta história e sabem que a Urca já foi palco de uma  grande exposição no início do século passado, em 1908. A Exposição Nacional durou três meses e visava celebrar o comércio e desenvolvimento do Brasil, além, do centenário da abertura dos portos. A exposição seguia o mesmo estilo das grandes mostras e Exposições Universais que aconteciam mundo a fora. Ela foi a sexta exibição nacional ocorrida na antiga capital.

Os preparativos para exposição começaram ainda no governo do presidente Afonso Pena. Uma comissão executiva de 41 membros cuidou os preparativos e da escolha do local. Foram analisados e descartados vários lugares da cidade, dentro os quais a Quinta e o então Porto Novo, por fim, chegou-se a decisão que o melhor local seria na Praia da Saudade, onde edifícios federais poderiam ser reaproveitados.

A área escolhida com 182.000m2 ficava entre a Praia da Saudade e a Praia Vermelha na Urca, e o cenário também foi escolhido pela sua beleza incomum. A decisão também era um sinal que a orla da cidade já começava a ser vista como cenário de lazer.

portao

Bela Porta Monumental

O portão da Exposição Nacional, ficava na antiga Avenida dos Estados, que hoje faz parte da Avenida Pasteur. A  obra do portal é do arquiteto René Barba e inspirado na Porta Triunfal da Exposição Universal de Paris, em 1889.

Ao longo do eixo que começava na antiga Universidade (Pavilhão dos Estados), haviam chafarizes, jardins, uma pequena via férrea para locomoção do público, além os pavilhões, belos prédios de cada Estado. Relatos da época dizem que a exposição era formada por mais de 30 construções na esplanada entre a Praia da Saudade e Praia Vermelha.

Quarto Estados da federação construíram pavilhões: Bahia, São Paulo, Santa Catarina, Minas Gerais, e também o então Distrito Federal (Rio de Janeiro) e o único país convidado, Portugal.

28-4

Grande pavilhão tendo a Praia Vermelha ao fundo

Haviam pavilhões também da industria, Correios e Telégrafos, Corpo de Bombeiros, Jardim Botânico, das Artes Liberais, o Egípcio, e um teatro com 870m2.

Exposição_Nacional_de_1908_-_Teatro_João_Caetano

Theatro João Caetano construído para exposição na Urca

A exposição foi abertura ao público em 15 de novembro de 1908. Durante seus três meses aberta, a exposição recebeu mais de um milhão de pagantes. Muito vindos de outros Estados e que não eram conhecidos pelos demais brasileiros.

Rio_de_Janeiro_city_1908

Uma das visões da Exposição Nacional

Pelas fotos antigas pode-se imaginar a beleza daquelas construções junto ao cenário natural e monumental do Pão de Açúcar. Imaginem se elas ainda estivessem lá, seriam uma das grandes atrações do Rio de Janeiro antigo.

 Fotos: disponíveis na internet.